Andar a pé para ganhar mais dinheiro!

“Estudo conclui, com abundância de dados, que a capacidade de caminhar tem um efeito considerável na mobilidade econômica ascendente das pessoas.”

Em recente artigo no site CityLab “Crianças criadas em cidades caminháveis ganham mais dinheiro quando adultas”, o economista urbano norte-americano Richard Florida comenta um novo estudo das universidades de Columbia, da Virginia e de Illinois, intitulado The Socioecological Psychology of Upward Social Mobility. O estudo, baseado em dados de mais de nove milhões de norte-americanos nascidos entre 1980 e 1982, em 380 bairros dos EUA, conclui com abundância de dados que “a capacidade de caminhar tem um efeito considerável na mobilidade econômica ascendente”.

Isso porque, segundo diz Florida no artigo, interpretando os dados e resultados da pesquisa, “pessoas mais saudáveis, com níveis mais altos de felicidade e bem-estar, tendem a alcançar mais sucesso acadêmico e a encontrar melhores empregos sendo mais produtivas no trabalho. Andar a pé também estimula o pensamento e a criatividade – fatores que estão associados associados a níveis mais altos de bem-estar e a trabalho em empregos com conhecimento mais bem remunerados. Além disso, “as comunidades que podem ser percorridas a pé se beneficiam de uma maior interação e conectividade e ajudam a criar maior senso de comunidade e pertencimento, em contraste com pessoas que moram em casas grandes nos subúrbios e viajam sozinhos em seus carros. Os moradores de bairros tranquilos e caminháveis veem e interagem com muito mais pessoas todos os dias”.

Para mim, essa constatação científica apenas reforça uma convicção empírica que tenho já faz um bocado de tempo: a de que andar a pé traz não só bem-estar físico e mental para quem caminha como, também, para a cidade pois amplia o conhecimento sobre ela e põe em evidência aquilo que tem de bom e ruim, além do que precisa melhorar. Agora, pelo estudo, fico sabendo também que melhora a capacidade econômica do caminhante, em especial se ele pratica a caminhada desde criança. Sopa no mel, como diz a expressão popular! Além de bem-estar e reforço da cidadania, ainda dá dinheiro!

Aqui no Recife, temos muito o que avançar nesta caminhada cívico-monetária, a começar pelo Bairro do Recife, tornando-o totalmente caminhável e acessível. Então, vamos lá porque, agora que descobri que, além de tudo, ainda dá dinheiro, aí é que não vou parar mesmo!

*Artigo publicado na edição 164 da revista Algomais  (www.algomais.com)

Enviar para um amigo
0

ESCREVA SEU COMENTÁRIO