TGI e ERG promovem quinta edição do Gestão Café em Caruaru

O Gestão Café 2018, evento que este ano chegou à sua quinta edição, foi realizado no dia 7 de novembro, em Caruaru, pelas consultorias parceiras TGI e ERG, com apoio da Pães & Delícias, Buzzlab e TV Jornal. Com o tema central “Gestão de Empresa Familiar”, o encontro reuniu mais de 60 empresários da região e contou com palestra de Cármen Cardoso, sócia da TGI.

Criado em 2014, o Gestão Café surgiu com objetivo de promover o relacionamento entre os clientes e parceiros ERG, e esse ano, também, aconteceu para fortalecer a parceria entre a TGI e a ERG, que há mais de 20 anos desenvolvem um trabalho conjunto em Caruaru. “Nesta edição, escolhemos abordar a gestão da empresa familiar dada a importância desta temática para os empresários da nossa região”, afirma Gilberto Alves, sócio consultor da ERG.

Em sua palestra, Cármen Cardoso, psicanalista e sócia fundadora da TGI, abordou os desafios da gestão de empresas familiares, tratando da importância desses negócios para a economia do Brasil e a profissionalização da sucessão. A consultora também apresentou resultados da pesquisa “Empresas Familiar Competitiva 2018”, realizada anualmente pela TGI, e que nesta edição abordou a atuação da mulher na gestão e a governança da empresa familiar.

“O evento marcou, também, a evolução da nossa parceria com a TGI. Desde a sua fundação, a ERG é licenciada para utilizar a metodologia de consultoria da empresa. Este ano, estreitamos ainda mais esse laço, intensificando os atendimentos conjuntos e contribuindo ainda mais para o crescimento e desenvolvimento das empresas de Caruaru e região”, completa Gilberto Alves.

0

Dupla Comunicação comemora 10 anos inaugurando novos negócios

Cliente TGI, a Dupla Comunicação, agência pernambucana com sede no Recife, completou 10 anos de atuação e segue sendo destaque no setor de comunicação corporativa no Nordeste. Além deste marco, a empresa comemora, também, sua expansão para o interior do estado, com a inauguração, em junho deste ano, de uma unidade de negócios em Caruaru.

Iniciada por dois sócios-fundadores em 2008, já no primeiro ano de funcionamento a Dupla Comunicação dobrou de tamanho. No terceiro triplicou. Foi ampliando a atuação e seguiu crescendo em média 10% ao ano, margem que mantém até hoje, garantindo um faturamento anual de aproximadamente R$900 mil. Para Michele Cruz, sócia-diretora da empresa, o segredo para superar o momento foi não se deixar assombrar com as más notícias da economia. “Calculamos tudo, fomos muito responsáveis, mas agimos com muita vontade e ousadia. Não hesitamos por medo, aproveitamos aquele momento difícil para criar oportunidades, novos serviços, parcerias e negócios”, conta.

Inovar nos serviços e na gestão do negócio também tem sido prioridade para a Dupla Comunicação. “Para chegar aos 10 anos crescendo, temos que ter muita visão de mercado e saber do que os clientes precisam. Nessa década, estivemos sempre nos adaptando às transformações sociais e digitais. Fomos agregando novas atividades ao nosso conjunto de soluções, oferecendo maior variedade de serviços de comunicação de maneira customizada”, afirma Antonio Tiné, sócio-diretor da Dupla.

Com o formato aberto e horizontal, que conta com sete coordenadores, a Dupla é gerida em conselho colegiado. “Com a ajuda da TGI, criamos o nosso próprio modelo, contando com coordenadores e seus núcleos”, afirma Michele Cruz. O novo formato de gestão foi desenvolvido dentro da Dupla Comunicação há seis anos para dar conta das demandas gerenciais e, consequentemente, garantir maior qualidade no atendimento ao cliente e uma melhor aproximação com cada uma das demandas do público interno. Fato que assegura um bom clima de trabalho, melhora a produtividade e reconhece a demanda individualidade de cada funcionário.

“Para além do formato de gestão, estamos sempre atentos ao cuidado com as pessoas e a capacitações da equipe. Chegamos aqui com princípios que nos acompanham desde o começo e que já estão no nosso DNA: verdade, ética, pé no chão e a ideia de que o crescimento só é sustentável quando é coletivo. Reconhecemos talentos por mérito, dividimos lucros e comemoramos tudo dentro de casa também”, pontua Michele.

Completa e conectada – A Dupla já nasceu como uma empresa de comunicação integrada. Começou atendendo empresas grandes e nacionais como Carrefour, Natura e Mondelez, além de outras menores locais bastante expressivas. Mas, com as transformações socioeconômicas, políticas, culturais e principalmente as tecnológicas da última década, foi necessário incluir novas atividades no portfólio para corresponder às necessidades dos atuais 24 clientes fixos, e dos outros sazonais e pontuais que contratam a empresa com frequência.

Depois de escutar bastante o mercado, nasceu a “Nós da Rede”, unidade de negócios tecnológicos da Dupla Comunicação. Em sociedade com Paula Dias, publicitária, professora, embaixadora da SP Digital School para o NE e mentora das Starups do Porto Digital, a Nós da Rede foi criada para ser um instrumento eficaz no mapeamento e tradução dos fenômenos comunicacionais em redes sociais digitais, analisando conteúdos e métricas. Através dessa unidade, a Dupla garante uma entrega de serviços completa, sugerindo com rapidez e assertividade, estratégias de comunicação inovadoras para seus clientes, direcionadas para objetivos específicos e metas de negócios.  “A Nós da Rede marca os nossos 10 anos e já está dando vários frutos, oferecendo ainda mais segurança e outras oportunidades aos clientes da Dupla e ao mercado em geral. Temos planos estratégicos para essa unidade de negócios tecnológicos e visamos ultrapassar fronteiras. Ela não é um apenas um novo serviço, mas também um novo e promissor negócio chancelado pela e com o DNA Dupla Comunicação”, ressalta Tiné

Sem fronteiras – Em junho deste ano, a Dupla inaugurou uma unidade de negócios em Caruaru.  A ideia é que, a partir do Agreste do estado,  a empresa possa atuar de maneira mais próxima e customizada, oferecendo serviços integrados e estratégicos nas mais diversas plataformas.  Rosangela Araújo e Claudio Rodrigues são os sócios regionais, à frente da nova unidade. Além da novidade no Agreste, a agência já dispõe de funcionários contratados em Garanhuns, Serra Talhada e Petrolina, e firma parcerias com outras empresas de comunicação em todos os estados do Nordeste e em várias regiões do país. “A inserção da empresa nesses outros lugares a partir de parcerias com outras agências foi um dos facilitadores, possibilitando medir e estudar os mercados, assegurando o melhor momento para instalar a Dupla em outra cidade. Caruaru foi a primeira das oportunidades e estamos usando-a como laboratório”, pontua Michele Cruz.

0

Governança nas Empresas Familiares Pernambucanas – Edição 2018

Durante o evento Empresa Familiar Competitiva, a TGI Consultoria apresentou os resultados da sua terceira pesquisa com empresários, herdeiros, sucessores e executivos de empresas familiares. A edição 2018 teve como objetivo conhecer como as famílias empresárias pernambucanas vêm administrando as interfaces entre a família e a empresa e como as mulheres da família estão inseridas nos negócios. O evento reuniu mais de 200 convidados e contou com várias palestras em torno do tema.

Confira o resultado da pesquisa:

Seguindo a programação, a presidente da Usina Petribu, Daniela Petribu Oriá, falou sobre o tema “Mitos e tabus da liderança feminina na empresa familiar”. Já Edson Menezes, da EMC Consultoria, na sequência tratou do tema “A importância da informação organizada para o bom funcionamento dos conselhos de administração”. No segundo bloco do evento, o empresário Fernando Carrilho, diretor da Construtora Carrilho, falou sobre a “Evolução de uma família empresária”. E fechando a programação, a sócia do escritório Martorelli Advogados, Fabiana Nunes, expos os desafios do planejamento sucessório.

Confira abaixo o depoimento dos palestrantes:
Daniela Petribu Oriá:
Edson Menezes:
Fernando Carrilho:
Fabiana Nunes:

0

Ponto Cidadão realiza mais uma edição da sua Feira de Empreendedorismo

O Ponto Cidadão, projeto social que oferece capacitação profissional para jovens em situação de vulnerabilidade social de Igarassu e região, realizou, no dia 13 de novembro, a oitava edição da sua Feira de Empreendedorismo, que tem como objetivo incentivar os alunos a desenvolverem planos de negócios que podem se tornar reais.

Os jovens do projeto social foram orientados por dois professores e montaram, em grupos, um plano de negócios e de marketing para sua empresa. No dia da feira, eles apresentaram os resultados do planejamento e também comercializaram os produtos e serviços criados.

“A Feira de Empreendedorismo transforma o que foi passado na teoria em prática. É uma oportunidade de desenvolver habilidades nos jovens, que muitos nem conheciam, sem contar que abre horizontes de possibilidades de investimento no seu próprio negócio. Esta foi a oitava edição e os resultados sempre são positivos”, afirma Roberta Cavalcanti, coordenadora executiva do Ponto Cidadão.

Ponto Cidadão – O Ponto Cidadão funciona desde 2004 e oferece capacitação profissional e inserção no mercado de trabalho para jovens carentes entre 16 e 24 anos em Igarassu e região. O projeto é uma iniciativa da Itamaracá Transportes e é mantido por uma rede de empresas voluntárias e gerenciado com o apoio da TGI Consultoria em Gestão, Instituto da Gestão (INTG) e ÁgilisRH.

0

Francisco Cunha ministra palestra no festival REC’n’Play

O consultor e sócio da TGI, Francisco Cunha, participou da programação do festival REC’n’Play, que trouxe para o Recife Antigo uma série de palestras e atividades voltadas para experiências digitais criativas. Francisco, que é arquiteto e urbanista por formação e um dos integrantes do Movimento Olhe pelo Recife, ministrou a palestra “Pedestrianização Radical do Bairro do Recife” e também guiou uma caminhada com os participantes por pontos-chave do bairro.

“O Bairro do Recife tem potencial para ser completamente caminhável, já que os principais pontos estão em um raio máximo de um quilômetro um do outro, e o percurso médio de caminhada é de quinhentos metros”, explicou Francisco. Segundo o consultor, o bairro já demonstra ser caminhável e usa como exemplo o boulevard Rio Branco.

“Mas ainda temos como desafio tornar caminháveis as demais ruas, que são predominantemente ocupadas por carros estacionados e calçadas de má qualidade, o que dificulta o uso do pedestre”, pontuou. Junto com os participantes, Francisco Cunha ainda propôs a discussão conjunta de uma proposta de pedestrianização radical do Bairro do Recife.

O festival REC’n’Play aconteceu entre os dias 07 e 10 de novembro para discutir temas relacionados à educação, tecnologia, entretenimento e negócios, com o objetivo de promover conexões com a cidade. Criado pelo Porto Digital em parceria com a Ampla Comunicação, o evento aconteceu em diversos polos internos e externos do Recife Antigo, com atividades simultâneas e sequenciais, entre workshops, oficinas e apresentações musicais.

0