TGI realiza pesquisa sobre a mulher na gestão e na governança da empresa familiar

Dando continuidade ao projeto Governança Corporativa nas Empresas Familiares Pernambucanas, a TGI está realizando a sua terceira pesquisa com empresários, herdeiros, sucessores e executivos de empresas familiares. A edição 2018 tem como objetivo conhecer como as famílias empresárias pernambucanas vêm administrando as interfaces entre a família e a empresa e como as mulheres da família estão inseridas nos negócios.

Segundo Georgina Santos, sócia da TGI, a pesquisa é uma importante ferramenta para produzir conhecimento sobre o tema, principalmente por exigir soluções muito próprias de cada família empresária. Por tanto, quanto maior o número de respostas, mais completa será a visão da realidade das empresas familiares pernambucanas. “É através da prática e do exemplo que temos o panorama mais real dessas organizações”, completa a consultora, que é uma das coordenadoras da pesquisa.

Os resultados da terceira sondagem serão apresentados durante o evento Empresa Familiar Competitiva, marcado para o dia 26 de outubro. Na ocasião também serão expostos casos reais de empresas familiares pernambucanas que estão investindo na governança corporativa. Para participar da III pesquisa sobre Governança Corporativa nas Empresas Familiares Pernambucanas, basta acessar o link https://goo.gl/forms/UoL00cgbuiKyXTK43 e se cadastrar para responder o questionário.

Evento – Com o tema central “A mulher na gestão e na governança da empresa familiar”, a edição 2018 do evento Empresa Familiar Competitiva, realizado pela TGI no dia 26 de outubro, das 8h às 12h30, no Mar Hotel, irá discutir os desafios que as mulheres enfrentam na inserção e na atuação nos negócios da família. Os interessados em participar podem realizar a inscrição pelo site www.tgi.com.br/eventoempresafamiliar com valores promocionais até o dia 15 de setembro. Mais informações pelo telefone (81) 3134.1710.

0

Rede Gestão visita nova sede da Globo Nordeste

A Rede Gestão participou, em agosto, de uma visita à nova sede da TV Globo no Recife. No encontro, os integrantes da Rede puderam conhecer as novas instalações e conversar sobre novas mídias, jornalismo e perfis de audiência, além de trocar experiências e articulações futuras. A nova unidade fica localizada na Rua da Aurora, no bairro de Santo Amaro.

O convite para a visita partiu da Gerente de Marketing da emissora, Mariana Fantato, com o objetivo de levar os integrantes para conhecer as novas instalações. O novo estúdio conta com 165 metros quadrados, painéis de LED em alta definição sem emendas, telas interativas, revestimento acústico e cabos conectados por fibra ótica de alta velocidade.

Em apresentação aos integrantes da Rede, o Diretor de Marketing da emissora, Ricardo Caldas, apresentou os dados de audiência da Globo em Pernambuco, no Nordeste e no Brasil, onde permanece líder e está presente em mais de 98% das casas. Ricardo também falou dos projetos da empresa utilizando-se das novas mídias como o aplicativo do GShow e seu desempenho no número de usuários que o utilizam e nos programas desenvolvidos especificamente para as plataformas digitais.

Para a Rede, o encontro foi enriquecedor, tanto para o conhecimento das novas instalações da empresa, quanto para se aproximar e interagir com a emissora. “A Rede Gestão é um movimento de integração empresarial e essa visita é mais uma iniciativa de associativismo. Fomos conhecer as novas instalações e também apresentar a Rede Gestão à Globo. Foi muito interessante, o equipamento é fantástico e a visita estreita as relações para possíveis parcerias no futuro”, avalia Fábio Menezes, sócio da TGI e integrante da Rede.

Rede Gestão – Criada em 1997, a Rede Gestão é formada por um conjunto de empresas e instituições especializadas que oferecem um amplo e diversificado leque de produtos para atender às variadas necessidades de assessoria, consultoria, capacitação e pesquisa de seus clientes — empresas privadas, públicas e organizações do Terceiro Setor.

0

Conexão Recife-Medellín: a Colômbia e suas transformações urbanas

Após cinco anos da primeira visita técnica à Colômbia, que resultou no livro As Lições de Bogotá & Medellín – do Caos à Referência Mundial, de autoria do gestor público Murilo Cavalcanti e assessoria do consultor Francisco Cunha, pernambucanos realizaram nova missão técnica ao país em julho de 2018. O resultado da viagem poderá ser conferido no novo livro Conexão Recife-Medellín – Aprendendo com as mudanças urbanas mais transformadoras do mundo, escrito por Francisco Cunha, Murilo Cavalcanti e Jorge Melguizo e com previsão de lançamento para março de 2019.

Na nova missão à Colômbia, o grupo formado por arquitetos, urbanistas e gestores públicos puderam fazer uma reavaliação das experiências urbanas nas duas cidades visitadas, Medellín e Bogotá, a partir de encontros e debates com autoridades locais. Segundo o consultor e sócio da TGI, o arquiteto e urbanista Francisco Cunha, que também integra o Observatório do Recife, a primeira publicação teve um importante papel no subsídio às discussões e debates relativos aos processos de mudança e intervenção urbana na cidade do Recife, inclusive no que diz respeito ao projeto Parque Capibaribe, desenvolvido a partir da parceria entra a Universidade Federal de Pernambuco, por intermédio do Inciti, e a Prefeitura do Recife.

A segunda missão de observação urbana à Colômbia resultou no conteúdo para a nova publicação, focado nas similaridades e diferenças entre Recife e Medellín, contextualizado a partir dos processos de mudanças que estão ocorrendo nas cidades. “Fizemos um detalhamentos dos processos do Recife e Medellín e os principais projetos das duas cidades, além das alternativas de intercâmbio entre elas”, destaca Francisco.

O livro Conexão Recife-Medellín será dividido em cinco capítulos. Na primeira parte, o consultor e professor de gestão pública e ex-secretário de Cultura de Medellín, Jorge Melguizo, fala sobre as amplas mudanças urbanas na cidade colombiana, guiadas pela cidadania. Entre os tópicos tratados, a realidade da cidade antes de sucumbir ao narcotráfico e os projetos estruturados que guiaram as mudanças.

No segundo capítulo, o consultor e urbanista Francisco Cunha foca no Recife e sua fragmentação histórica que começa a ser revertida. “Vamos tratar desde a parte histórica de uma cidade que nasceu portuguesa e foi planejada pelos holandeses às estruturações do Conde Boa Vista, de Saturno de Brito e Alfredo Lisboa. E sem esquecer da remodelação do bairro de Santo Antônio e os planos de expansão do Recife”, explica Francisco Cunha, que ainda vai tratar do início da rearticulação e a referência de Medellín.

Os outros capítulos abordam os cinco projetos ativos no Recife – Recife 500 Anos, Parque Capibaribe, Compaz, Plano de Mobilidade e Mais Vidas nos Morros -; a articulação Recife-Medellín desde o início da conexão até as projeções para o futuro; e para fechar depoimentos de urbanistas e gestores que estiveram na última missão à Colômbia em 2018.

0

Ávila comemora 19 anos e recebe selo de empresa inovadora

Cliente TGI, a Ávila Soluções, que oferece serviços em Tecnologia da Informação para o mercado corporativo do Norte/Nordeste, completou, no mês de agosto, 19 anos de fundação. Além do aniversário, a empresa comemorou, ainda, a conquista do selo Folha Inova, prêmio concedido pelo jornal Folha de Pernambuco.

Segundo Romulo Martins, sócio da Ávila, o grande segredo para se manter vivo no mercado após quase duas décadas de atuação é não perder o espírito de startup. “É preciso sempre estar disposto a se reinventar, principalmente em nosso segmento, e buscar abrir novos mercados através da inovação. Antes da crise, não atuávamos no desenvolvimento de aplicativos, por exemplo. Então decidimos investir no Naora, que hoje é um dos segmentos que mais cresce na empresa”, explica Romulo.

E foi justamente esta característica de sempre buscar o novo que rendeu à Ávila Soluções o prêmio Folha Inova, que homenageou as empresas que mais se destacam pelo uso da tecnologia no estado. “Nós acreditamos na inovação como ferramenta de desenvolvimento para Pernambuco. Por isso, foi muito gratificante receber o prêmio Folha Inova, pois ele legitima o trabalho que estamos desenvolvendo ao longo desses 19 anos”, finaliza.

0

FRASE DA SEMANA TGI

0