Gusmão Planejamento e Obras assina a segunda etapa do Museu Cais do Sertão

Cliente TGI, a Gusmão Planejamento e Obras foi responsável pela construção da segunda etapa do Cais do Sertão, entregue em maio. A empresa é a líder do consórcio construtor, juntamente com a Construtora Venâncio, tendo o mesmo vencido o processo licitatório realizado em 2016 pela Secretaria de Turismo de Pernambuco.

O segundo módulo do Cais do Sertão conta com prédio de quatro pavimentos de mais de 6.000 m², com espaço para exposições, auditórios, restaurantes, cafés e o segundo maior vão livre do Brasil, perdendo apenas para o MASP, em São Paulo. Para Jaime Gusmão, representante do consórcio, o projeto foi muito desafiador.

“É uma obra de destaque aqui no Nordeste. Depois do Centro de Convenções é a obra de engenharia civil mais moderna que foi feita no estado nos últimos anos. Foi um desafio implementar e concluir”, afirma. O empresário comemora o sucesso do empreendimento e o esforço do time. “Conseguimos montar uma equipe competente, junto com o Grupo Venâncio“, afirma.

Criada em 1995, a Gusmão Planejamento e Obras firmou-se no ramo da construção civil em nível nacional. Hoje, a empresa atua tanto na área pública como na privada, no gerenciamento de obras e na área imobiliária.

0

Viva Petrolina inicia viagens do Expresso do Forró

A empresa de transporte urbano Viva Petrolina, cliente TGI, está disponibilizando o Expresso do Forró para quem deseja curtir o São João de Petrolina com conforto e segurança. Até o próximo dia 23 de junho, a linha especial vai fazer viagens, sem paradas, do estacionamento do River Shopping para o Pátio de Eventos Ana das Carrancas.

O Expresso do Forró tem 30 minutos de intervalo entre as viagens. A passagem custa R$ 10 (ida e volta) e pode ser paga com o cartão BIP. Os interessados podem comprar créditos BIP Expresso no quiosque Vale Ingressos do River Shopping e no Portal SG (Posto Orla). As viagens saindo do River Shopping com destino ao pátio de eventos têm início às 19h. Já o percurso de volta pode ser feito até às 4h.

A iniciativa é do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo de Passageiros do Vale do São Francisco (Setranvasf) em parceria com a Prefeitura de Petrolina.

0

Voz Comunicação realiza Media Training para o SESC Pernambuco

Cliente TGI, a Voz Comunicação, que oferece diversos serviços que ajudam as empresas a se comunicarem de forma eficiente com seus públicos-alvo, realizou, em maio, um Media Training para gestores do SESC Pernambuco. A capacitação, realizada no SESC de Santo Amaro, contou com a participação de 15 gestores, responsáveis pelas unidades da instituição instaladas nas cidades do interior do estado.

Com roteiro personalizado, o Media Training tem como objetivo mostrar como funciona o jornalismo e ensinar aos porta-vozes do cliente a conhecer as características de cada veículo e as técnicas para conceder uma boa entrevista. O treinamento também mostra o que não deve ser dito pelos executivos e como fugir de perguntas difíceis. Por isso que, cada vez mais, empresas incluem o Media Training em suas estratégias de comunicação.

A capacitação para os gestores do SESC realizada pela VOZ abordou as características principais dos veículos de comunicação impresso e web, de rádio e de TV, além de dicas com a fonoaudióloga Andrea Schvartz (coordenadora de fonoaudiologia da Globo NE) sobre como se expressar melhor vocalmente.

Também participaram as experientes jornalistas Roberta Rêgo (editora do portal da Folha de Pernambuco), Andrea Trigueiro (professora universitária e ex-coordenadora de jornalismo da CBN Recife) e Mônica Silveira (repórter da TV Globo), que deram dicas para conceder uma boa entrevista nas diversas plataformas e realizaram, ainda, testes práticos com os participantes.

0

Sharing English inscreve para cursos intensivos

A Sharing English, cliente TGI, está com inscrições abertas para dois cursos: Inglês Intensivo e Inglês para Viagens. Com 25 anos de experiência no ensino da língua inglesa para adultos, a Sharing English possui uma metodologia consolidada, reconhecida pelos resultados.

O curso de Inglês para Viagens tem como público-alvo adultos que desejam desenvolver a habilidade de comunicação em inglês no contexto de viagens internacionais. O conteúdo inclui temas como os países e suas diferenças culturais, planejamento e preparação, transporte aéreo e hospedagem, compras e sightseeing, saúde e imprevistos, entre outros. Com carga horária de 24 horas/aula, o curso de Inglês para viagens acontece até o dia 28 de junho, com aulas de segunda a quinta, das 18h30 às 20h30.

Já o curso Intensivo é voltado para adultos que desejam aperfeiçoar rapidamente a habilidade de compreender e se comunicar verbalmente na língua inglesa para fins profissionais e de lazer. As aulas abrangem atividades práticas e interativas que facilitam a aquisição do idioma por meio de diversos focos temáticos. O curso tem carga horária de 24 horas/aula e acontece de 02 a 26 de julho, com três opções de horários de segunda a quinta: 7h30 às 9h, 14h30 às 16h ou 19h30 às 21h.

A Sharing English fica na Rua Souza de Andrade, nº 56, Aflitos. Informações e inscrições pelo site www.sharingenglish.com.br, pelo telefone (81) 3421.2286 ou e-mail atendimento@sharingenglish.com.br.

0

País à beira de um ataque de nervos

“Esse comportamento parece denunciar uma espécie de exaustão da ampla maioria com o estado de coisas no qual o Brasil mergulhou caracterizado por uma profunda descrença na classe política.”

A greve dos caminhoneiros mostrou a cara de um país neurastênico, como se dizia há muito tempo atrás. Estressada por uma inédita confluência de crises (econômica, política, social, ética) que parece configurar algo como uma “tempestade perfeita”, quatro meses antes das eleições presidenciais mais incertas desde a redemocratização, a sociedade reage com altas doses de histerismo e inúmeros boatos cabeludos pelas redes sociais.

Defendeu-se de tudo pela internet. Desde “Intervenção Militar, Já!”, até uma “desobediência” tributária do tipo “não pague nenhum imposto até que todos os políticos corruptos sejam varridos no mapa”. Noves fora os delírios, esse comportamento parece denunciar uma espécie de exaustão da ampla maioria com o estado de coisas no qual o País mergulhou caracterizado por uma profunda descrença na classe política que não consegue mais, como se passou a dizer muito por aí, “nos representar”.

Há quem diga que estamos vivendo no Brasil o fim de um longo ciclo político/econômico de 30 anos que começou, justamente, com a Nova República e caracterizou-se pelo predomínio das soluções “políticas” e pela expansão fiscal que hoje já compromete cerca de 35% do PIB de carga tributária (era de 24% quando o ciclo começou em 1987) e, com o déficit fiscal de cerca de 6% do PIB, pela apropriação de mais de 40% do PIB pelo setor público contra a prestação de serviços de qualidade que vai de ruim a muito ruim.

Se esta interpretação está correta (e as indicações são cada vez mais que sim), estamos naquela situação já descrita como a pior possível, ou seja, no limbo político: momento em que todos estão insatisfeitos já que a necessária mudança ainda não se fez, o novo não surgiu, e o antigo resiste ferozmente a acabar. Seja como for, a hora é muito delicada pois as demandas e carências são maiores do que a atual capacidade política e econômica de revolvê-las. E nervos esgotados, neurastenia, estresse e raiva não são bons conselheiros para nada, em especial para resolver problemas econômicos, políticos e sociais históricos complexos, típicos do final de um ciclo longo que muito prometeu e pouco cumpriu.

É preciso muita calma nesta hora. Em menos de quatro meses teremos as eleições gerais, o remédio democrático para a incerteza política. Além disso, também muito cuidado na hora de votar pois a eleição de um populista turbinará a crise com certeza absoluta.

*Artigo publicado na edição 147 da revista Algomais (www.algomais.com)

0